Bilac inaugura cohab com 51 casas


Investimento de R$ 6,2 milhões prioriza as famílias com renda mensal de até três salários mínimos

12/12/2017 20:43 - Atualizado em 30/12/2017 22:15 | Por: Otávio Manhani

Otávio Manhani/Jornal Comunicativo

Inaugura%c3%a7%c3%a3o cohab marise %28142%29 original
Autoridades de Bilac e região durante descerramento da placa

O governo municipal de Bilac inaugurou na manhã do dia 9 deste mês as 51 casas populares pertencentes ao conjunto habitacional Marise, que fica localizado no início da Rua Conceição. A entrega foi feita pelo secretário estadual da Habitação, Rodrigo Garcia.

Além do anfitrião, o prefeito Vitor Osmar Botini (PSDB), participaram da inauguração o vice-prefeito Antonio Ferreira Loureiro (PSDB), alguns vereadores, prefeitos da região, os deputados federais Evandro Gussi (PV) e Fausto Pinato (PP), e funcionários da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano).

Os imóveis fazem parte do programa “Morar Bem, Viver Melhor”, da Secretaria Estadual da Habitação, que investiu R$ 6,2 milhões na construção do empreendimento, que inclui toda infraestrutura, como água, coleta de esgoto, energia elétrica e rua pavimentada.

Cada moradia popular possui 56,67 m² de área construída e tem dois dormitórios, sala, cozinha e banheiro. Os imóveis possuem calçada, piso cerâmico e laje em toda edificação, esquadrias de alumínio, azulejos no banheiro e na cozinha.

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual da Habitação, 90% das famílias que foram contempladas com uma casa em Bilac tem renda mensal de até três salários mínimos. Os beneficiados terão prazo de até 25 anos para quitarem sua moradia.

DISCURSOS

Em seu discurso, o prefeito Vitor disse que uma das primeiras decisões adotadas quando assumiu a Prefeitura foi ir à CDHU para conseguir entregar estas casas em dezembro. “Esta rua [Rua Conceição] que dá acesso ao centro da cidade, não estava pavimentada, conseguimos pavimentar com o apoio do Rodrigo Garcia”, mencionou.

O prefeito aproveitou a ocasião para avisar às famílias contempladas que não vendam suas casas. “Vocês viram que as inscrições de algumas pessoas foram cortadas, pois já tinham imóvel. Vocês sabem que não é fácil, que tem gente aqui que faz 20 anos que paga aluguel”, comentou.

Botini também avisou que haverá fiscalização por parte da CDHU. “Vai perder quem vender e quem comprar a casa. A fiscalização está sendo rígida”, frisou.

Já o secretário estadual da Habitação destacou a geração de empregos durante a construção do conjunto habitacional e citou a quantidade de casas populares que serão entregues pelo governo paulista.

“Até então, quem mais entregou casas populares na história do Estado de São Paulo foi o Mário Covas (1930-2001), que, em seis anos, construiu e entregou 120 mil unidades. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) deverá chegar a marca de quase 200 mil casas populares em oito anos. O recorde foi neste mandato. Somente nesses quatro anos, foram 120 mil unidades”, disse Garcia.

O secretário encerrou sua fala reforçando às famílias contempladas que não vendam ou aluguem suas casas.

GALERIA DE FOTOS

  • Inaugura%c3%a7%c3%a3o cohab marise %28142%29 original
  • Inaugura%c3%a7%c3%a3o cohab marise %28104%29 original
  • Inaugura%c3%a7%c3%a3o cohab marise %284%29 original
  • Inaugura%c3%a7%c3%a3o cohab marise %288%29 original
  • Inaugura%c3%a7%c3%a3o cohab marise %2850%29 original
  • Inaugura%c3%a7%c3%a3o cohab marise %2872%29 original
  • Inaugura%c3%a7%c3%a3o cohab marise %2874%29 original
  • Inaugura%c3%a7%c3%a3o cohab marise %2883%29 original
  • Inaugura%c3%a7%c3%a3o cohab marise %2889%29 original
  • Inaugura%c3%a7%c3%a3o cohab marise %2897%29 original