Gabriel Monteiro lidera ranking ambiental na região de Araçatuba pela sexta vez


Em nove edições do Programa Município VerdeAzul, cidade recebeu certificado em todas ocasiões

15/12/2016 16:32 - Atualizado em 31/12/2017 16:39 | Por: Otávio Manhani

Otávio Manhani/Jornal Comunicativo

Munic%c3%adpio verde 2016 gm %281%29 original
Everton, José Vidoto, Renée e o engenheiro agrônomo Rodrigo

Pela sexta vez em nove anos, a cidade de Gabriel Monteiro lidera o ranking ambiental do Programa Município VerdeAzul na região de Araçatuba, que é composta por 43 municípios. Entre as nove edições do programa, o município foi premiado em todas.

O ranking ambiental foi divulgado no início deste mês pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente e mostra que Gabriel Monteiro ocupa a 11ª posição, com nota 93,80. Desta vez, a cidade de Novo Horizonte obteve a primeira posição no ranking estadual, com nota 98,69.

Além de receber o certificado de Município VerdeAzul, a cidade de Gabriel Monteiro também recebeu pela quinta vez o “Prêmio Governador André Franco Montoro”, o qual é concedido ao município melhor colocado em cada uma das Unidades de Gerenciamento de Recursos Hídricos que, neste caso, refere-se à Bacia Hidrográfica do Rio Aguapeí.

Dos 623 municípios participantes neste ano, 77 receberam o ‘selo verde’. Recebe o certificado o município que atingir nota acima de 80,0 em uma escala que varia de zero a 100.

As notas são atribuídas após cada município participante ser avaliado em dez diretivas, sendo: esgoto tratado, resíduos sólidos, biodiversidade, arborização urbana, educação ambiental, cidade sustentável, gestão das águas, qualidade do ar, estrutura ambiental e conselho ambiental.

Depoimentos

A prefeita de Gabriel Monteiro, Renée Crema Vidoto (PSDB), que teve o município premiado nos oito anos de sua administração, frisou que a questão ambiental sempre esteve entre as prioridades de seu governo.

“Neste último ano do segundo mandato à frente da Prefeitura de Gabriel Monteiro, sinto-me orgulhosa pelo trabalho desenvolvido pelo município em prol a esta área. Reconheço a importância dada às questões ambientais da cidade e agradeço aos funcionários municipais e a população monteirense pela contribuição”, declarou a prefeita.

Renée pediu ainda que a população continue colaborando com as ações ambientais desenvolvidas no município, de modo que a cidade venha a receber o prêmio também nos anos seguintes.

Para o secretário de Meio Ambiente de Gabriel Monteiro, o engenheiro ambiental Everton Viana do Carmo, as boas classificações que o município tem obtido é reflexo da continuidade das ações ambientais desenvolvidas na cidade.

“Nosso foco é na coleta seletiva e educação. Temos uma lei que inclui a educação ambiental como matéria na grade curricular dos alunos da rede municipal onde, anualmente, realizamos visitas ao aterro sanitário e áreas de reflorestamento”, relatou o engenheiro ambiental.

Outros municípios

Entre os municípios onde circula o Comunicativo, a cidade de Clementina aparece no 13º lugar do ranking estadual, com nota 92,80. Na sequência está Piacatu, com nota 87,09, ocupando a 41ª posição.

Já os municípios de Bilac e Santópolis do Aguapeí não têm o que comemorar. Além de não terem conseguido atingir nota mínima de 80,0 - estabelecida pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente - para receber o certificado, ambas as cidades têm registrado notas cada vez mais baixas nos últimos anos.

Em 2013, Bilac ficou com nota 58,0. Após solicitar revisão, a nota final foi de 84,7. Nos anos seguintes as notas foram caindo para 51,62 (2014), 47,10 (2015) e, neste ano, nota 10,59, que corresponde ao 425º lugar do ranking.

Já o município de Santópolis do Aguapeí fez o caminho inverso ao de Bilac e foi conseguindo notas maiores a cada ano. Porém, não foram suficientes para receber o certificado de Município VerdeAzul. Em 2013 a nota foi 8,3. Depois subiu para 69,11 (2014), 77,15 (2015) e, neste ano, registrou nota 77,03, ocupando o 91º lugar no ranking.