Morre em Bilac o vereador Gilberto Gaúcho, aos 69 anos


Parlamentar, que estava em seu quarto mandato, lutava contra um câncer no pulmão há dois anos

24/06/2017 10:36 - Atualizado em 17/07/2017 16:43 | Por: Otávio Manhani

Otávio Manhani - Arquivo/Jornal Comunicativo

Vereador gilberto silveira de oliveira 01.01.2017 original
Corpo do vereador Gilberto Gaúcho será sepultado ainda hoje

Morreu na manhã de hoje (24), por volta das 6h, o vereador de Bilac, Gilberto Silveira de Oliveira, o Gilberto Gaúcho (PSDB), aos 69 anos. Ele estava internado há duas semanas na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Unimed, em Araçatuba.

O parlamentar lutava contra um câncer no pulmão há aproximadamente dois anos. O corpo do vereador será sepultado ainda hoje, às 17h, no Cemitério de Bilac. Ele deixa três filhos (Fabiana, Dênis e Régis), quatro netos (Mário Adriano, Maria Valentina, Catarina e Betina) e a esposa, Zélia Melhado.

Com a morte de Gilberto, quem assumirá a cadeira de vereador é o suplente Mário Trevisan, o Careca (PSDB). A posse deverá acontecer na manhã do dia 26 (segunda-feira).

Breve biografia

Natural do município de Candelária (RS), Gilberto Silveira de Oliveira era formado em educação física. Em 1972 casou-se com Lais Dolores Klafke e, desta união, teve três filhos, sendo: Fabiana (1977), Dênis (1979) e Régis (1981). Na cidade gaúcha, Gilberto tinha o apelido de Beto.

Também no município de Candelária, Gilberto foi vice-diretor e, posteriormente, diretor do Gable (Ginásio Agrícola Gastão Bragatti Lepage) durante dez anos. Atualmente, a instituição de ensino chama-se Escola Estadual de Ensino Médio Gastão Bragatti Lepage.

Em 1986, Gilberto foi convidado pelo irmão, Maurício, para assumir o escritório da Strasburger, em Bilac, cidade onde ficou conhecido como Gilberto Gaúcho; e para os amigos mais próximos, apenas Giba. Desde 1990, está em uma união estável com a professora Zélia Melhado.

Trajetória política

Gilberto Gaúcho é figura conhecida em Bilac há três décadas. Filiado ao PSDB desde setembro de 1999, foi candidato a vice-prefeito na eleição de 2000 na chapa encabeçada por José Roberto Rebelato, o Beto (PSDB), mas não foi eleito.

Na eleição de 2004, Gilberto Gaúcho foi eleito vereador, sendo reeleito nas eleições de 2008 e 2012. Entre 2011-2012, ocupou a presidência da Câmara e, em maio de 2012, foi aprovada a atualização da Lei Orgânica Municipal. No mesmo ano, em novembro, também foi aprovada a atualização do Regimento Interno do Legislativo de Bilac.

Na eleição do ano passado, Gilberto Gaúcho ficou como suplente e assumiu a cadeira na Câmara após o vereador Ricardo Pinto de Oliveira, o Ricardo da Saúde (PSDB), ter assumido a secretaria municipal da Saúde.

No dia 21 de fevereiro deste ano, Gilberto Gaúcho recebeu da Câmara de Vereadores o título de Cidadão Bilaquense.