Convenções definem três candidatos em eleição suplementar em Piacatu


Pela primeira vez, município será governado por um prefeito nascido em Piacatu

04/02/2021 09:09 - Atualizado em 11/04/2021 19:34 | Por: Otávio Manhani

Otávio Manhani/Jornal Comunicativo

Jos%c3%a9 carlos  marcos moraes e ricardo lemes 2021 original
CANDIDATOS: Totô, Markinho e Ricardo Lemes

Independentemente de quem for eleito na eleição suplementar que está marcada para o dia 7 de março, o próximo prefeito de Piacatu entrará para a história como o primeiro prefeito nascido no município. Até então, desde 1954, nenhum dos prefeitos que governaram a cidade são naturais de Piacatu.

As convenções partidárias definiram três candidaturas a prefeito. O primeiro a confirmar a candidatura foi o ex-vereador Marcos Moraes, o Markinho do Mazão (Podemos), no dia 31 de janeiro. Ele tem como candidata a vice-prefeita a professora Rosemary de França Rodrighero, a Rose (PT).

Esta é a segunda vez que Markinho disputa eleição para prefeito, sendo a primeira vez em novembro do ano passado, ocasião em que teve como adversário o então prefeito Euclasio Garrutti (DEM), que tentou a reeleição. Garrutti até obteve a maioria dos votos, porém, o resultado foi anulado sob judice.

Outras duas candidaturas foram definidas na noite do dia 2 deste mês. O vereador José Carlos da Silva, o Totô, entrou na disputa como candidato a prefeito. Ele tem como candidato a vice-prefeito o vereador Antonio Marcos Belazi, ambos do PTB.

Esta é a segunda vez que Totô disputa uma eleição como candidato a prefeito. A primeira vez aconteceu em 2008, ocasião em que concorreu pelo então PMDB (hoje MDB), tendo como adversário Nelson Bonfim, que foi eleito com uma diferença de apenas 79 votos.

Já a convenção partidária do PSDB decidiu pela candidatura a prefeito de Ricardo Francisco Lemes da Silva, que foi vice-prefeito na gestão anterior (2017-2020) e vereador entre 2005 a 2008. Ele tem como candidata a vice-prefeita a vereadora Beatriz de Cristo Ramos, a Bia (DEM).

Ricardo Lemes concorreu dentro do PSDB local pela preferência de sua candidatura com o vereador Fernando Bezerra de Amorim, que também se colocou à disposição para entrar no pleito. A maioria dos membros da diretoria executiva, no entanto, optaram pela candidatura de Ricardo.

CINCO CANDIDATOS EM 1976

Para quem pensa que esta é a primeira vez que Piacatu terá mais de dois candidatos a prefeito, como de costume desde 1988, está enganado.

De acordo com informações do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Piacatu já teve cinco candidatos a prefeito na eleição de 1976, sendo dois pelo MDB e três pela então Arena (Aliança Renovadora Nacional).

Na eleição seguinte, em 1982, houve quatro candidaturas a prefeito, sendo uma pelo então PDS (Partido Democrático Social) e três pelo então PMDB.